Deputado do PT vai à PGR por prisão de Bolsonaro, após estadia em Embaixada

Compartilhe

Nesta segunda-feira (25/03), o deputado federal Lindbergh Farias (PT-DF) vai apresentar à Procuradoria-Geral da República (PGR) um pedido de prisão preventiva do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL-RJ).

A decisão de Farias foi baseada em informações obtidas pelo New York Times, que revelaram que Bolsonaro permaneceu dois dias na embaixada húngara após a operação da Polícia Federal que apreendeu seu passaporte em 8 de fevereiro.

“A estadia na Embaixada sugere que o ex-presidente estava tentando alavancar sua amizade com o colega líder de extrema direita, o primeiro-ministro Viktor Orban, numa tentativa de escapar ao sistema de justiça brasileiro enquanto uma investigação criminal estava em andamento no Brasil”, diz o deputado na representação criminal.

A investigação realizada pela PF visa apurar se Bolsonaro organizou uma tentativa de fuga para a Hungria. Há suspeitas de que o ex-presidente planejou se exilar no país europeu, aproveitando a sua estreita relação com o presidente húngaro, Viktor Orbán, líder de direita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

www.clmbrasil.com.br